Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

#MOMENTOS

Momentos são pequenas fracções de tempo em que algo, único e irrepetível, acontece e que o fotógrafo teve a capacidade de captar! Mostram-nos movimento, emoção e contam-nos uma história.

#MOMENTOS

Momentos são pequenas fracções de tempo em que algo, único e irrepetível, acontece e que o fotógrafo teve a capacidade de captar! Mostram-nos movimento, emoção e contam-nos uma história.

24
Fev12

À descoberta da Índia - Bombaim (10)

Armando Isaac

Bombaim é a cidade mais opulenta, orgulhosa e populosa da Índia, palco de inúmeros contrastes provocados por fenómenos como a corrupção e os abismos sociais. A cosmopolita metrópole de 15 milhões de pessoas estende-se por cerca de 40 Km, numa estreita península, com vivendas faustosas dos novos-ricos e acampamentos de indigentes.

Esta cidade era inicialmente formada por sete ilhas, habitadas por pescadores Koli que veneravam a a deusa Mumbadevi (daí “Mumbai”). 

Quando os portugueses tomaram o poder em 1534, mudaram o nome para Bom Bahia (Bonita Baía), mas pouco mais se alterou neste local remoto. Em 1661, Carlos II de Inglaterra recebeu as ilhas como parte de um dote real; pouco impressionado, vendeu-as por tuta e meia à Companhia da Índias Orientais. 

Em pouco tempo, Bombaim (hoje novamente Mumbai) dispunha de um grande porto de abrigo para navios mercantes que se refugiavam das monções. O comércio floresceu, juntamente com a construção naval e em 1853, foi dinamizado com a abertura linha férrea indiana, que partia de Bombaim.

 
Panorâmica  de Bombaim

 
Jardim

 
Mulheres
 
Bota-casa

 
Mulheres

 
Retrato

 
Grupo 

 
Mulher

 
Vendedor de comida

 
Retrato

 
Marmitas

 
Casa museu de Ghandi

 
Ghandi

 
Ghandi de bicicleta

 
Casa museu

 
Quado sobre Ghandi

 
Cartas para Hitler e Presidente Roosevelt

 
Quarto onde viveu Ghandi

 
Quarto onde viveu Ghandi

 
Cenas da vida de Ghandi

 
Cenas da vida de Ghandi

 
Cenas da vida de Ghandi

 
Cenas da vida de Ghandi

 
Cenas da vida de Ghandi

 
Cenas da vida de Ghandi

 
Cenas da vida de Ghandi

 
Cenas da vida de Ghandi

 
Oferta de Barack Obama Nov. 2010

 
Hotel Taj Mahal

 
Porta da Índia

 
Hotel Taj Mahal

 
Porta da Índia

 
Porto de abrigo

 
Táxi


Transporte público

FOTOS: © Armando Isaac
 
 
17
Fev12

À descoberta da Índia - Goa (9)

Armando Isaac


Os limites naturais de Goa, o mar da Arábia e as montanhas de Sahyadri, protegeram-na no passado das conturbações que grassavam no interior da Índia. A sua posição estratégica na rota comercial para o Oriente, fizeram com que se transformasse num porto muito cobiçado e atractivo.

Em 1508 Afonso de Albuquerque capturou o porto, iniciando 450 anos de domínio português. 

Goa fundada para dominar o lucrativo comércio de especiarias, foi a primeira base dos Portugueses na Ásia e chegou a rivalizar com Lisboa pelas suas magníficas igrejas e pelo movimento do porto.

Em Goa, as influências latinas fundem-se com as cores indianas, criando uma agradável mistura. As tradições de língua, religião, cozinha, música e dança têm firmes raízes, apesar do fim do domínio português em 1601. Os goeses podem ser indianos, mas antes de mais são goeses.

 

 

Praia Bogmalo

 

Praia Bogmalo

 

Praia Bogmalo

 

Praia Bogmalo

 

Praia Bogmalo

 

Plantação de especiarias

 

Elefante na plantação das especiarias

 

Arco dos Vice-Reis da Índia

 

Arco dos Vice-Reis da Índia

 

Igreja de S. Caetano

 

Altar-Mor da Igreja de S. Caetano

 

Tecto da Igreja de S. Caetano

 

 

Sé Catedral

 

Cruz dos Milagres 

 

 

Túmulo de S. Francisco Xavier

 

Barbearia Indiana 

 

 

Jardim Garcia da Orta

 

 

Vendedoras de fruta

 

 

Vendedora de tecidos

 

 

Vendecora de tecidos

 

 

Recepção no Palácio Deo

 

 

Altar no Palácio Deo

 

 

Danças

 

 

Mulheres

 

 

Jovem cantatora

 

 

Praia D. Paula

 

 

Praia D. Paula

 

 

Praia D. Paula

 

 

Praia D. Paula - Flores

 

 

Evocação de D. Paula

 

 

Forte Àguada 

 

 

Vista do Forte Àguada

 

 

Forte àguada

 

 

Praia da Baga

 

 

Praia da Baga

 

 

Praia da Baga

 

 

Praia da Baga

 

 

Praia da Baga

 

Praia da Baga - regresso da  faina

 

 

FOTOS: © Armando Isaac

 
11
Fev12

À descoberta da Índia - Udaipur (8)

Armando Isaac

Udaipur é uma cidade de lagos, palácios, jardins, templos, artífices e casas pintadas tendo um ambiente de romance e magia.

Recebeu o nome do seu fundador, Maharana Udai Singh, o qual, ao ser expulso da sua cidadela de Chittaurgarh, por Akbar, em 1567, consultou um sadhu que o aconselhou a mudar-se par o Lago Pichola. Num bonito vale rodeado de colinas verdejantes, Udaipur desenvolveu-se em torno de três lagos, vindo a tornar-se a maior e a última capital Mewar.

Dominando a margem oriental do Lago Pichola, fica o majestoso Palácio da Cidade que foi ampliado a partir do fim do século XVI, tornando-se o maior palácio do Rajastão. A entrada faz-se pela Tripolia (porta tripla), com os seus oito arcos trabalhados. Era aqui que os governantes eram pesados em ouro ou prata, e o valor distribuído em alimentos pelos pobres. Atrás das varandas e torrões da imponente fachada, há uma série de palácios restaurados.

No Lago Pichola existem dois palácios em ilhas, o Jag Niwas (palácio do Lago) do século XVIII, hoje um hotel de luxo e o Jag Mandir, do século XVII, onde Shah Jahan em tempos se escondeu do pai. O pavilhão, em grés abobadado, contém algumas belas salas voltadas para elefantes de pedra e jardins. Os passeios de barco pelo lago param aqui, oferecendo panorâmicas mágicas ao pôr do sol.

 

Jardim das mulheres

 

Jardim das mulheres

 

Jardim das mulheres

 

Jardim das mulheres 

 

Pintura

 

Pintura

 

Palácio do lago

 

Palácio do lago

 

Palácio do lago

 

Palace Museum 

 

Pintura mural 

 

Pintura mural 

 

Portão 

 

Panorâmica da cidade 

 

Pintura do tecto 

 

Altar

 

Varandas do Palácio

 

Baloiço 

 

Quarto de dormir

 

Varanda interior 

 

Porta de marfim 

 

Pinturas interiores

 

Palácio Manek Chowk

 

Casario

 

Entrada para o palácio

 

Recanto

 

Retrato

 

Vaca sagrada na boutique

 

Mulheres  

 

Comércio local

 

Palácio da cidade

 

Palácio Jad Mandir

 

Palácio Jad Mandir 

 

Palácio Jad Mandir

 

Palácio Jad Mandir 

 

Palácio Jad Mandir 

 

Palácio da cidade

 

Pôr do sol no lago Pichola 

 

Pôr do sol no lago Pichola

04
Fev12

À descoberta da Índia - Jaipur (7)

Armando Isaac

 

Jaipur

 

Jaipur é a capital cor-de-rosa do Rajastão, altamente comercial e asfixiada em trânsito, tendo sido fundada pelo Marajá Rajaputa Jai Singh II em 1727.

O traçado em grelha,os palácios em grés, as avenidas e os mercados do centro histórico murado oferecem uma harmonia sem paralelo. Hoje a cidade estende-se para fora das muralhas, de forma caótica, para acomodar dois milhões e meio de habitantes.

 

 

Hotel Rajaputana Palace

 

Palácio do vento

 

Riquexós

 


Transito caótico

 

 

Indianas

 

  

Até parece uma corrida

 

Elefante aparelhdo e condutor vestido a rigor

 

 

 Palácio do Lago

 

 FOTOS: © Armando Isaac


 

Palácio da Cidade

 

O Palácio da cidade é composto por um conjunto de edifícios convertidos em museu. Trabalhados com delicados motivos brancos, as paredes e arcos do palácio, as colunas de mármore e os elefantes guardiões oferecem uma fusão de estilos hindu e mongol.

No bonito pátio do Diwan-i-Khas (1730) estão os muito fotografados vasos gigantes de prata, encomendadas por Madho Singh II, para transportar água santificada do Ganges numa viagem a Inglaterra.


 


Entrada do Palácio da cidade

 

Porteiro

 

 

Páteo interior

 

 

 Os célebres vasos de prata

 

  

 Pormenores decorativos

 

 

Quadro feito com armas

 

 

Porteiro

 

 

Saída do Palácio da cidade

 

FOTOS: © Armando Isaac

 

 

Jantar Mantar

 

É um notável observatório construído de pedra mármore, entre 1728 e 1734, com uma curiosa aparência modernista, que acentua o seu fascínio. Estas amplas e complexas estruturas foram concebidas pelo próprio Jai Singh, para provar ao Imperador Mongol que a astrologia hindu se baseava em cálculos científicos exactos.

 

 

 

 Observatório

 

 

Relógio solar

 

 

Observatório

 

Os planetas

 

 

Signo do Leão

 


Observatório

 

 

Observatório

 

 

Observatório

 

 FOTOS: © Armando Isaac

 

 

Forte Amer

 

O complexo de palácios de Amer possui uma localização espectacular, a sua cor arenosa funde-se com as colinas rochosas voltadas para o lago Maota no seu sopé. Os macacos são também uma presença e atracção constante.

A construção do Forte teve início em 1037. A parte que hoje existe, foi obra de Raja Man Singh, iniciada em 1592 e de governantes que se seguiram, até que Jai Singh II teve a iniciativa de fundar Jaipur.

O acesso aos palácios, pavilhões, jardins, templos e muralhas, na encosta da colina, faz-se através de um trilho longo e íngreme, utilizando-se para o efeito elefantes devidamente aparelhados e com condutores.

 

 

 

Acostagem dos elefantes para transporte ao Forte

 

 

Ladeira íngreme a caminho do Forte


Elefantes e condutores

 

Elefantes e condutores

 

 

Lago Maota

 

  

Ladeira de acesso ao Forte

 

 

 Interior do Forte

 

 

Condutor de elefante

 

Palácio do Forte

 

 

Vista global do páteo de entrada

 

 

Decoração do tecto e paredes do palácio

 

 

Pormenores do palácio

 

 

Pormenores do palácio

 

 Pormenores do palácio

 

 

Decoração das paredes

 

 

Macacos

 

Muralhas do Forte

 

 

Vista global do Forte

 

Muralhas do Forte

 

 

Mulheres indianas

 

Lapidação de pedras semi-preciosas 

 

Pormenor do Hotel Deogarh Mahal

 

Hotel Deogarh Mahal

 

FOTOS: © Armando Isaac

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Mensagens

Calendário

Fevereiro 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D