Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

#MOMENTOS

Momentos são pequenas fracções de tempo em que algo, único e irrepetível, acontece e que o fotógrafo teve a capacidade de captar! Mostram-nos movimento, emoção e contam-nos uma história.

#MOMENTOS

Momentos são pequenas fracções de tempo em que algo, único e irrepetível, acontece e que o fotógrafo teve a capacidade de captar! Mostram-nos movimento, emoção e contam-nos uma história.

12
Nov15

A caminho dos cem

Armando Isaac

Edmundo Pedro é um político português. Filho de Gabriel Pedro, um histórico da resistência antifascista em Portugal, aderiu à Federação das Juventudes Comunistas Portuguesas em 1931, sendo preso no ano seguinte, com apenas 15 anos de idade, por participar na preparação de uma greve nas oficinas do Arsenal do Alfeite.
Libertado um ano depois, voltou à acção política, junto das escolas industriais da altura, sendo preso novamente em 1936. Esteve nas prisões do Aljube, Peniche e Caxias antes de ser enviado para o campo de concentração do Tarrafal, em Cabo Verde, juntamente com o pai. Ali esteve preso durante dez anos, sendo o mais jovem prisioneiro político do campo.
Durante a prisão rompe com o PCP, depois de ser suspenso por planear uma fuga sem autorização do partido. Libertado em 1946, regressa a Portugal e à luta política. Participa no assalto ao quartel militar de Beja, em 1962 e volta a ser preso, por mais três anos. Aderiu ao Partido Socialista depois da Revolução dos Cravos, sendo eleito Deputado à Assembleia da República na I e na III Legislaturas[.
Já após a implantação do regime democrático, Edmundo Pedro voltou a ser preso, acusado da posse ilícita de material de guerra e de um obscuro negócio de electrodomésticos. Alegou, na altura, que estava apenas a juntar as armas que tinham sido entregues ao PS durante o Verão quente de 1975, para serem devolvidas ao Exército. Foi absolvido meio ano depois. A 8 de Novembro de 2012, aquando da publicação do terceiro volume das suas memórias (Memórias - Um combate pela liberdade), Edmundo Pedro referiu que as armas estavam a ser por si recolhidas e seriam entregues de volta às Forças Armadas, de quem as tinha recebido, no seguimento dos acontecimentos do 25 de Novembro de 1975, sendo que isto se processava por ordens directas de Ramalho Eanes. Regressou ao parlamento durante a V Legislatura, em regime de substituição.
Foi ainda presidente da RTP.
No passado dia 8 de Novembro, um conjunto de cerca de 100 amigos, juntou-se para um almoço no restaurante do Centro de Congressos da Junqueira, tendo em vista comemorar o 97º aniversário do Edmundo Pedro. Decorria já o almoço, quando fomos surpreendidos pela agradável presença do candidato à presidência da República Sampaio da Nóvoa.
Fonte: Wikipédia

IMG_2317.jpg

 

IMG_2319.jpg

 

IMG_2325.jpg

 

IMG_2329.jpg

 

IMG_2331.jpg

 

IMG_2339.jpg

 

IMG_2340.jpg

 

IMG_2341.jpg

 

IMG_2342.jpg

 

IMG_2347.jpg

IMG_2348.jpg

 

IMG_2349.jpg

 

IMG_2351.jpg

 

IMG_2352.jpg

 

IMG_2366.jpg

 

IMG_2367.jpg

 

IMG_2373.jpg

 

IMG_2374.jpg

 

IMG_2375.jpg

 

IMG_2379.jpg

IMG_2382.jpg

 

IMG_2384.jpg

 

IMG_2386.jpg

 

IMG_2392.jpg

 

IMG_2394.jpg

 

IMG_2396.jpg

 

IMG_2407.jpg

 

IMG_2412.jpg

 

IMG_2415.jpg

 

IMG_2428.jpg

 

Fotos: © 2015 Armando Isaac   

 

15 comentários

Comentar post