Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

#MOMENTOS

Momentos são pequenas fracções de tempo em que algo, único e irrepetível, acontece e que o fotógrafo teve a capacidade de captar! Mostram-nos movimento, emoção e contam-nos uma história.

#MOMENTOS

Momentos são pequenas fracções de tempo em que algo, único e irrepetível, acontece e que o fotógrafo teve a capacidade de captar! Mostram-nos movimento, emoção e contam-nos uma história.

13
Mar21

Espigueiros do Soajo

Armando Isaac

Assentes ao redor de uma eira comum que aproveitou o afloramento granítico, bem exposta ao sol e aos ventos, é este um dos mais belos conjuntos de espigueiros de pedra do Noroeste de Portugal, que está classificado como de Interesse Público.

Os espigueiros são construções destinadas á armazenagem e conservação das espigas, quase exclusivamente de milho grosso. Estes são formados por uma câmara estreita, com paredes aprumadas de fendas verticais para arejamento e assentam numa base de pés simples, rematada por cornijas ou capitéis salientes, de forma a impedir o acesso dos ratos. O corpo é coberto por um telhado de duas águas, com uma forma de guarda-vento, cujas lajes, também de pedra, são apoiadas em peças interiores, as cangas. Uma cruz encima normalmente o topo frontal do lintel da porta.

Estes exemplares do Soajo, aqui chamados de Caniços, são idênticos aos do Lindoso, cuja área de difusão se limita às regiões em torno destas duas aldeias. São inteiramente de pedra excepto a porta, e são bastante perfeitos na fractura e esmerados nos elementos decorativos.

Na sua maioria são exemplares de meados do séc. XIX, embora haja um ou outro datável do séc. XVIII.

Em 2000, os serviços do Parque Nacional da Pêneda Gerês levaram a cabo uma obra de restauro de todos os espigueiros, com vista à sua preservação.

Fonte: Placa informativa

DSC_4143.jpg

DSC_4144.jpg

DSC_4145.jpg

DSC_4147.jpg

DSC_4148.jpg

DSC_4149.jpg

DSC_4150.jpg

DSC_4151.jpg

DSC_4152.jpg

DSC_4153.jpg

DSC_4154.jpg

DSC_4155.jpg

DSC_4156.jpg

DSC_4157.jpg

DSC_4158.jpg

DSC_4159.jpg

DSC_4160.jpg

DSC_4161.jpg

DSC_4163.jpgFotos: © 2021 Armando Isaac

 

31
Out09

Garranos do Gerês

Armando Isaac

O Garrano é um cavalo pequeno, de sólida estrutura física e com características muito próprias que conserva desde há longos tempos, apesar de ser um cavalo muito antigo.
Segundo alguns autores, a origem do Garrano teria fortes raízes do cavalo de tipo Árabe, devido ao perfil recto da cabeça observado em alguns exemplares, e a sua expansão teria acompanhado as invasões bárbaras. Pensa-se que o Garrano existe na Península Ibérica desde o Paleolítico, e aí se conservou até hoje. O Garrano actual não se distanciou muito dos seus antepassados pré-históricos, tanto genética como morfologicamente. Para tal terão contribuído certamente o isolamento das suas regiões de criação, bem como a forma de criação em liberdade que tem sido desde sempre utilizada e que lhes permitiu, através da selecção natural, manter as suas características de excepcional adaptação ao habitat montanhoso.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Mensagens

Calendário

Maio 2021

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Pesquisar

Posts mais comentados

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D